As aventuras de Alice

livro aventuras de alicia no pais das marabillas de xavier queipo e fausto isorna el patito editorialAs Aventuras de Alicia no País das Marabillas, com tradução de Xavier Queipo para o galego e ilustrações de Fausto Isorna (El Patito Editorial, 2015) foi apresentado ontem na livraria Couceiro de Santiago de Compostela. O evento contou também com a participação de Valentín García, Secretário Geral da Política Linguística da Junta da Galiza.

O tradutor advertiu que tanto ou mais do que uma tradução é uma versão, pois casos como os poemas do livro de Lewis Carroll não permitem, para serem percebidos, uma tradução direta a causa de que remetem para atividades infantis do século XIX no contexto anglosaxão, fato que o obrigou a recriar os textos com a máxima liberdade para atender em primeiro à sua funcionalidade na obra original. Lembrou-me isto, com um sorriso secreto, o mestre Herberto Helder quando publicava não traduções mas “poemas mudados para português”.

Ao evento acudiu numeroso público e não faltárom amigos de Xavier Queipo muito conhecidos do mundo literário galego como Xavier Alcalá, Xabier P. Docampo, Quico Cadaval e Anxos Sumai. Alguns deles é que pudem capturar para o meu bestiário cultural.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Share
Liberdade, livro-objeto do Grupo Surrealista Galego

Liberdade, objeto-livro do Grupo Surrealista Galego

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

No sábado 26 de dezembro, às 19:00 horas, na Casa Museu Casares Quiroga (Rua Panadeiras, 12) da Corunha, será apresentada Liberdade, caixa de artistas ou objeto-livro criado polo Grupo Surrealista Galego e produzido artesanalmente por Manchea a partir da versão galega do poema homónimo de Paul Eluard, realizada por Xoán Abeleira. Com gravuras de Alba Torres, Ana Zapata, Alfredo Ferreiro, Laura Sánchez e Tono Galán.

O prezo é de 25 euros (gastos de envio incluídos para Galiza e Espanha). Contacto: mailsamanchea@gmail.com (Laura Sánchez e Tono Galán). Também na livraria da Corunha: Berbiriana. Libros e grolos (Rua Santiago, 7).

Mais informação.

{Grupo Surrealista Galego}

Share

“Cultura que une” no Culturgal

Logo de Cultura que uneO projeto Cultura que une divulgou suas atividades transraianas na sequência da maior feira cultural da Galiza, o Culturgal, desenvolvido em Ponte Vedra de 4 a 6 de Dezembro. Este vídeo de Alfredo Ferreiro inclui uma entrevista a Luís Martínez-Risco, presidente da Fundación Vicente Risco e um dos principais promotores, assim como as intervenções de alguns de seus colaboradores principais.

Na sequência da aprovação a 11 de Março de 2014 pelo Parlamento Galego da Lei Valentim Paz-Andrade, o projeto nasceu, em primeiro lugar, a partir do diálogo entre a Fundación Vicente Risco e Norberto Cunha, responsável pelo Museu Bernardino Machado de Vila Nova de Famalicão.

O programa do «Cultura que une» integra diversas manifestações artísticas e culturais (exposições de pintura, fotografia e escultura; recitais de poesia e concertos), a serem realizadas em duas cidades, uma da Galiza e outra de Portugal, assim como ciclos de conferências relacionados ao tema das relações intelectuais entre Galiza e Norte de Portugal.

{Palavra Comum}

Share