Praia de Coroso (Palmeira, Ribeira, 2016)

Praia de Coroso 2016 Banhista por Alfredo Ferreiro

Share

A Chola na Corunha (Chola a it Girl)

Que confortável resulta ver uma obra divertida desde o galinheiro!

Fotografia de Chola por Alfredo Ferreiro no Teatro Rosalia da Corunha 2018

Alfredo Ferreiro, Laura Villaverde e Tiago Alves Costa.

{Cf. Artesacia Transmedia}

Share

Renascer

Às vezes, ficar quieto e adentrar-se no íntimo é a maior viagem. Uma lua velha é mochila suficiente. A vontade de ver o magma mais íntimo, alimento que basta.

{Cf. Fotografia do sol-pôr em “Destino”}

Share

Destino

Praia de Arteixo por Alfredo Ferreiro 2014

Quando as árvores não deixam ver o bosque é preciso sairmos a campos dilatados ou a vastos areais para olharmos o horizonte que nos dá a medida do universo e a parte que nos toca na liquefação do céu e na evaporação da água do oceano. As pingas são uma boa medida para o pensamento, essa atividade errática sobre a matéria percebida. Porque o pensamento, ainda o mais ordenado, é uma errância manifesta sobre uma objetividade governada pelo acaso ou por referências ligadas inconscientemente. Caminhamos em aparência sem rumo e os caminhos revelam aquilo que mais pesa, aquilo que mais dói e aquilo que se deseja. Conforme avançamos, o que achamos converte-se em indício dum destino surpreendente e esquivo.

{Palavra Comum}

Share

A Santiago vou…

"A Santiago vou..." é uma fotografia de Alfredo Ferreiro.

Share

Tiago Alves Costa, escritor

Tiago Alves Costa por Alfredo Ferreiro 2017 1200px

Tiago Alves Costa por Alfredo Ferreiro. Famalicão, 2017.

Share

Conteúdos digitais

Fotografia Conteúdos digitais por Alfredo Ferreiro. Bruxelas, 2015.

Conteúdos digitais, por Alfredo Ferreiro. Bruxelas, 2015.

Share

“Luz aprisionada”, Paula Gómez del Valle & Alfredo Ferreiro

Fotografia Luz aprisionada por Paula Gomez del Valle

Nossa amiga Paula Gómez del Valle vém de associar esta fotografia sua a um poema meu do livro Versos fatídicos (1994-2010), editado pelas Edicións Positivas em 2011.  O poema faz parte de um pequeno grupo de três textos automáticos que, sob o título “A aliá que nos mostra o caminho ~ Homenagem a Viola”, nasceu a partir da obra do pintor Manuel Viola. A fotografia, que não tinha título, por acordo mútuo passa a levar como título o segundo verso do poema que a seguir reproduzimos:

Caminho da trovoada
uma luz aprisionada.
Um instante de luxúria
antes do amanhecer do metal.
Uma catedral de gozo
e na mão o medo
fechando a compostura.
A lâmpada do coração a piscar
como uma torre quase extinta.
A distinção é precisa.
O ângulo, adverso.
A amizade dos astros,
demasiado custosa.

{Palavra Comum}

Share

Gata em chão de erva fria

Gata em chão de erva fria por Alfredo Ferreiro

“Gata em chão de erva fria” é uma fotografia de Alfredo Ferreiro tirada na Pedreira de Arteijo (Galiza) em 2016.

{Palavra Comum}

Share

O mal sempre espreita

O mal sempre espreita

“O mal sempre espreita” é uma fotografia de Alfredo Ferreiro tirada em Arteijo (Praia da Ucha) em 2016.

{Palavra Comum}

Share