Alfredo Ferreiro, Colaborações:, Críticas e referências, Fotografia, François Davó, Grupo Surrealista Galego, Objetos mutantes, Plástica, Poesia, Ramiro Torres, Tati Mancebo, Tradução, Vídeos

Liberdade, do Grupo Surrealista Galego

Liberdade, caixa de artistas ou objeto-livro criado polo Grupo Surrealista Galego e produzido artesanalmente por Manchea a partir da versão galega do poema homónimo de Paul Eluard, realizada por Xoán Abeleira. Com gravuras de Alba Torres, Ana Zapata, Alfredo Ferreiro, Laura Sánchez e Tono Galán.… Read More Liberdade, do Grupo Surrealista Galego

Share
Alfredo Ferreiro, Colaborações:, Criação, Críticas e referências, Poesia, Ramiro Torres, Tati Mancebo

Na esteira de Sefer Sefarad, de Pedro Casteleiro

Na apresentação de Sefer Sefarad, de Pedro Casteleiro, os poetas Alfredo Ferreiro, Táti Mancebo e Ramiro Torres leram textos próprios inspirados num poema do livro apresentado. O ponto de partida foram o verso “Nossa casa cheia de vozes enterradas nas paredes”, pertencente ao poema «A casa vazia». Ei os poemas recitados pelos amigos do autor:… Read More Na esteira de Sefer Sefarad, de Pedro Casteleiro

Share
Alfredo Ferreiro, Colaborações:, Criação, José António Lozano, Pedro Casteleiro, Poesia, Ramiro Torres

Herberto Helder, in memoriam

Ontem soubemos que um dos vultos da poesia europeia contemporânea, o poeta português Herberto Helder, iniciou o caminho de retorno. Se calhar ele nunca chegou a saber até que ponto foi o grande referente da poesia moderna para alguns de nós, neste pequeno país chamado Galiza que, sendo o berço certo da lusofonia, esquece cada… Read More Herberto Helder, in memoriam

Share
Colaborações:, Críticas e referências, Jornalismo, O levantador de minas, Ramiro Torres

Esplendor arcano: Licuacións na materia

Lino García Salgado: «Por veces falar de poesía leva consigo determinados riscos, afortunadamente nada dramáticos, sobre todo á hora de enfocar a súa lectura ou no xeito no que determinados autores e autoras quedan encadrados en adxectivos tan esplendorosos dos que é difícil fuxir. Ramiro Torres escribe poesía surrealista, tal e como se desprende da… Read More Esplendor arcano: Licuacións na materia

Share